Afinal, o G Suite hospeda sites?

como organizar o trabalho
Como organizar o trabalho com Add-ons do Gmail
7 de janeiro de 2019
Exibir tudo

Afinal, o G Suite hospeda sites?

G Suite hospeda sites

Um questionamento comum entre profissionais de TI é se o G Suite hospeda sites. A pergunta é justa e este blog post foi elaborado justamente para tirar todas as suas dúvidas relacionadas ao tema.

Você provavelmente sabe que o G Suite é um pacote de aplicativos Google que oferecem soluções diversas a empresas e possibilitam a criação de projetos de páginas e armazenamento. Portanto, sim. O G Suite hospeda sites.

Hospedagem de sites com o Gsuite

Disponível no Gsuite, o Google Sites,  foi pensado para construção de páginas simples e intuitivas, ideais para suprir a necessidade de criar páginas sobre suas soluções, páginas colaborativas para projetos internos e até mesmo materiais institucionais.

Com o Google Sites, não é preciso aprender design ou programação para conseguir construir uma página web de qualidade, com navegação eficaz e aparência impecável, independentemente do dispositivo utilizado para acesso.

Uma grande vantagem é o fato de os processos de criação e edição serem fáceis e intuitivos, com layouts gerados por ações simples como arrastar e soltar.

O recurso ainda facilita a colaboração, com interações em tempo real e a mesma forma de controle e compartilhamento já adotada pelo Drive.

Ah, e o conteúdo incorporado mantém todas as permissões originais!

Resumidamente, as ferramentas empresariais funcionam juntas, com o intuito de fazer com que os objetivos profissionais ou pessoais sejam atingidos mais facilmente.

Recursos do Google para páginas Web

Além de serviços básicos, que podem ser usados por qualquer membro da empresa, o Google também oferece ferramentas mais completas para desenvolvimento de sites.

Se você está iniciando o setor de TI da sua empresa ou pensando em iniciar a criação de páginas web com as próprias mãos, vale a pena conhecê-las.

As duas principais são:

  • Google Search Console, que reúne uma série de ferramentas para webmasters e relaciona todas as tarefas ao site da empresa, aumentando a produtividade e aprimorando processos; e
  • Chrome DevTools, que foi pensada para auxiliar desenvolvedores a criar, depurar e iterar websites, com ferramentas de autoria e depuração web incorporadas ao navegador.

Vamos ver em mais detalhes como funcionam e quais são as principais vantagens de cada uma delas?

Google Search Console

Compreende uma variedade de ferramentas para webmasters. O principal objetivo do Google Search Console é ganhar tempo e melhorar processos de desenvolvimento de páginas web.

Em termos gerais, a ferramenta identifica erros que podem impedir um melhor posicionamento do site nos mecanismos de busca. Ela mapeia falhas estratégicas que, em muitos casos, passam despercebidas.

Todas as tarefas estão relacionadas ao site da empresa. Dentre as funcionalidades mais interessantes, estão verificações automáticas de canonização de domínio, sitelinks, parâmetros de URL, erros, status, alertas de malware e URLs bloqueadas, consultas de pesquisas, sitemaps e sugestões de melhorias de HTML.

Chrome DevTools

O DevTools também é um conjunto de ferramentas destinado aos desenvolvedores web. São vários os painéis disponíveis, cada qual com funções específicas: device mode, elements, console, sources, network, timeline, profiles, resources e security.

Device mode: é especial para dispositivos móveis e cria experiências responsivas.

Elements: painel que dá uma visão geral em árvore DOM, permitindo inspeção e edições em tempo real.

Console: serve para fazer diagnósticos durante o desenvolvimento.

Sources: serve para depurar o JavaScript com pontos de interrupção.

Network: painel que oferece insights sobre os recursos solicitados.

Timeline: oferece visão completa sobre o desempenho da página com relação ao tempo de execução.

Profiles: inclui os perfis CPU, JavaScript e Heap, para ajudar a entender onde os recursos estão sendo aplicados e otimizar o código.

Resources: permite a inspeção de recursos carregados na página, incluindo banco de dados, cache, cookies, imagens e fontes.

Security: depura problemas de conteúdo misto, distinguindo dois tipos de páginas não seguras.

Em suma, cada um desses painéis tem por objetivo otimizar a navegação do usuário no site, tornando a experiência mais rápida, intuitiva e segura para os visitantes, ao mesmo tempo em que facilitam o trabalho de equipes de TI e desenvolvimento web.  

Facilidade aliás, é uma das principais vantagens do uso das ferramentas do Google.

Com pacotes escaláveis, é fácil fazer com o GSuite adapte-se às preferências do seu negócio, contratando apenas as ferramentas necessárias para cada projeto. Existem versões gratuitas e pagas, dependendo da necessidade de armazenamento e alcance de cada usuário.

E, já que estamos falando sobre a hospedagem de sites, vale lembrar que o Google Sites é um recurso completo para quem está em busca de soluções simples, responsivas e seguras.

Se ainda não conhece a funcionalidade e tem dúvidas sobre como o serviço de criação e hospedagem de ambientes virtuais funcionam na prática, temos uma convite a te fazer:

Que tal conhecer mais e tornar o seu desenvolvimento web ainda melhor?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *