Arquivos pesados ainda devem ser enviados por e-mail?

potencial machine learning
O potencial do Machine Learning para o crescimento do seu negócio
11 de setembro de 2018
Exibir tudo

Arquivos pesados ainda devem ser enviados por e-mail?

como enviar um arquivo pesado

Internet lenta, espaço de armazenamento comprometido, tempo demasiado perdido no processo e falhas de segurança são alguns dos motivos para encontrar alternativas sobre como enviar um arquivo pesado de uma maneira que não seja por e-mail. De nada adianta, ainda, salvá-los em pendrives ou HDs externos.

Com a transformação digital, muito conteúdo novo passou a ser criado em maiores velocidade e escala. Consequentemente, no ímpeto de produzir materiais inovadores e com pegada personalizada, a qualidade deles aumentou. Isso também gera outro tipo de consequência: antes, o tamanho dos arquivos não passava de alguns mega. Agora, vemos alguns materiais pesando até mesmo terabytes!

Enviar vídeos, fotografias e áudios por e-mail tornou-se complicado, além de ultrapassado. A ação é contraintuitiva e difícil de organizar, ainda mais quando as caixas de mensagens não têm espaço suficiente e os computadores estão lotados de outras coisas.

Portanto, se você deseja saber como enviar um arquivo pesado, saiba que não é mais indicado que a transmissão seja feita por e-mail. Mas, calma. Existe uma solução fácil e acessível para profissionais de qualquer ramo de atuação e empresas de todos os portes: a nuvem.

As vantagens são incríveis e podem ser sentidas já num primeiro momento. Vamos ver em detalhes quais são as principais?

Benefícios de enviar arquivos pesados pela nuvem

Muito se fala em cloud computing e o uso dessa tecnologia é cada vez mais difundido. Os elogios não vêm à toa, uma vez que os resultados obtidos no ambiente corporativo, além de rápidos, são muito positivos.

Quer saber como enviar um arquivo pesado pela nuvem pode ser benéfico para a organização? Essas são as principais vantagens de um armazenamento compartilhado:

Atmosfera colaborativa

Quando a organização passa a adotar a nuvem para armazenar e gerenciar seus ativos digitais, os colaboradores começam a trabalhar em esquemas realmente colaborativos. Todos os envolvidos em algum processo específico podem acessar o conteúdo ao mesmo tempo, contribuindo com sugestões, comentários e alterações – tudo em tempo real. As permissões de acesso também são gerenciáveis.

Acessibilidade remota

Um dos aspectos mais interessantes do cloud computing é que as pessoas podem acessar o material a partir de qualquer dispositivo conectado à internet e não precisam necessariamente estar no escritório. Ou seja, a tecnologia permite que cada um trabalhe de onde estiver e ainda assim consiga mexer no mesmo arquivo, ao mesmo tempo, como se estivessem na mesma sala.

Comunicação transparente

Quando as pessoas ainda enviavam arquivos pesados por e-mail, era muito difícil controlar alterações, identificar a última versão e ter certeza de que o vídeo correto foi ao ar, por exemplo. E, quanto mais a empresa produz, mais difícil fica de manter o controle sobre o que é feito com este conteúdo. Na nuvem, há apenas uma versão que pode ser acessada por todos que tiverem autorização. Além disso, todas as alterações são devidamente registradas em um histórico de edições.

Compartilhamento facilitado

Quando um arquivo pesado está armazenado na nuvem, basta o envio de um link para que ele chegue até onde for preciso. Algumas ferramentas também permitem o compartilhamento otimizado em redes sociais, por exemplo, deixando tudo centralizado em um só lugar.

Maior produtividade

Uma equipe que não perde tempo com tarefas operacionais, consegue dedicar muito mais tempo ao que realmente importa: produzir conteúdos inteligentes e assertivos. Quando todo o acervo digital da sua empresa está na nuvem, as ações ocorrem com maior fluidez e transparência.

Economia de tempo e dinheiro

“Tempo é dinheiro”, já dizia o ditado popular. E se eu te disser que, ao parar de insistir no envio de arquivos pesados por e-mail, você economiza os dois? Com o armazenamento compartilhado em nuvem, seus arquivos são encontrados em segundos e podem ser pesquisados de diversas formas – independente de tamanho ou volume. Além disso, se tudo está online, você investe muito menos em espaço físico.

Segurança garantida

Digamos que você tem um computador de última geração, com incrível espaço em disco e ainda conta com um HD externo super potente. Talvez você realmente não precise da nuvem para armazenar os seus arquivos. Porém, o que acontece em caso de furto, incêndio ou problemas técnicos? Quando seu conteúdo está salvo em algum dispositivo físico, as chances de perdê-los para sempre é bastante alta. Na nuvem, isso não acontece.

Uma boa plataforma dedicada ao armazenamento em nuvem é a saída ideal para quem vem produzindo conteúdo de qualidade e quer aumentar a capacidade geral da empresa e da equipe de colaboradores.

Essas são apenas algumas das muitas vantagens oferecidas pelo uso da tecnologia no dia a dia profissional. Sempre que pensar sobre como enviar um arquivo pesado, lembre-se de acompanhar as tendências ditadas pelo mercado. Essa é uma ótima forma de manter-se à frente da concorrência e, principalmente, conquistar e fidelizar o seu consumidor.

Confira 3 dicas importantes para otimizar a sua migração de dados para a nuvem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *